Acompanhe a nossa progranação!

Ouça pelo site: www.quintanafm.com.br

Ouça a Quintana FM pelo Tune in.

Disponível para: Android, Iphone/Ipad, Windows Phone e Blackberry.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Polícia encontra galos mantidos em condições de maus-tratos em Marília

Fonte: G1


 Polícia Ambiental identificou na manhã desta terça-feira (10)  uma casa na zona sul de Marília onde funcionava uma rinha de galos. Quatro pessoas estavam no local e mantinham 37 galos em condições de maus-tratos.
Segundo a polícia, os galos estavam com ferimentos graves como olho perfurado e esporas mutiladas. Os galos também estavam sem alimentação e sem higiene. Na casa, a polícia encontrou também diversos acessórios utilizados em briga de galos.
Os galos foram encaminhados a um veterinário para cuidados e aguarda um lar provisório. As quatro pessoas flagradas com os galos receberam uma multa de R$ 111 mil cada uma pelo crime de praticar maus tratos contra animais. Elas foram liberadas em seguida.

domingo, 25 de maio de 2014

Marília: Para não perder bolsa da faculdade, aluno de direito pede para ser preso.

Um estudante pediu para ser preso na manhã deste sábado em Marília (SP). Segundo informações da polícia, a PM recebeu um chamado em um posto de combustíveis da cidade, pois um estudante universitário de 25 anos não havia feito o pagamento da conta e pedia a presença da polícia para ser preso.
Chegando ao local os policiais confirmaram o fato. Para a PM, o estudante contou que queria ser preso para justificar a ausência na faculdade e não perder a bolsa de estudos.
Ainda de acordo com os policiais, ele teria feito tudo de caso pensado, consumiu produtos na loja de conveniência do posto e na hora de pagar disse que não tinha dinheiro e pediu para chamarem a polícia.
O estudante está no segundo semestre de direito e reside em uma cidade da região de Marília. Como se atrasou para aula e seria marcada falta sem motivo, o que segundo ele poderia acarretar perda do benefício, o jovem teve a ideia de cometer um delito e ser preso para justificar dessa forma a ausência.
Foi registrado boletim de ocorrência pelo crime de fraude, previsto no artigo 176 do código penal, que se enquadra em uma espécie de estelionato menos ofensivo, segundo o que explicou o delegado de plantão. O jovem foi liberado e vai responder pelo crime em liberdade.
G1

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Termina o prazo para declarar o IR; saiba o que fazer se você perdeu

Terminou às 23h59 desta quarta-feira (30) o prazo para os contribuintes entregarem a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2014. Quem estava obrigado a apresentar a declaração (confira aqui) e deixou de fazê-lo deve se preparar para mandar o documento à Receita.
A Receita Federal, no entanto, só volta a receber declarações do IR – dos atrasados e as retificadoras – no dia 2 de maio. Nesta quinta (1º), o sistema não vai estar disponível.
Multa e juros
Pelas regras do Fisco, a multa mínima por atraso é de R$ 165,74. Entretanto, caso tenha imposto devido, será cobrada uma multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, podendo chegar a 20% do imposto devido.
O representante da Receita Federal informou também que, com fim do prazo, não será mais permitido o envio do documento por meio de tablets e smartphones, assim como também não será mais permitida a declaração pré-preenchida – novidade em 2014.

Quem perdeu o prazo tem 30 dias para fazer o pagamento da multa mínima de R$ 165,74 assim que enviar o documento. Caso os valores sejam mais altos, é possível procurar uma unidade do Fisco para fazer o parcelamento, informou o supervisor nacional do IR da Receita Federal, Joaquim Adir.
A ideia, segundo Adir, é que estes contribuintes possam usar o mesmo programa do Imposto de Renda para fazer sua declaração. "A princípio, o contribuinte vai usar o mesmo programa, que vai emitir uma notificação e multa na hora de transmitir a declaração. Ele vai ter 30 dias para pagar", informou.
Além de baixar o programa usado para preencher a declaração, também é necessário gravar no computador o Receitanet, programa que serve para enviar o documento. Ambos são encontrados no site da Receita Federal (clique aqui para acessar). Quem já tem o IRPF 2014 e o Receitanet gravados no computador não precisa baixá-los novamente.
Restrições
Joaquim Adir observou que, normalmente, cerca de 400 mil contribuintes perdem o prazo original e entregam a declaração entre maio e dezembro de cada ano. Entretanto, segundo ele, há pessoas que demoram ainda mais para fazer a declaração, e enviam o documento somente nos anos seguintes.
"Muita gente perde o prazo. Normalmente, de maio a dezembro, são em torno de 400 mil contribuintes [que entregam a declaração]. Como tem gente entregando até hoje de anos anteriores, isso vai aumentando", disse ele.